É possível ganhar dinheiro no hotmart, Como?

É possível ganhar dinheiro no hotmart, Como?

A tecnologia vem se tornando cada vez mais uma grande aliada quando o assunto é: ganhar dinheiro. Atualmente, existem muitos empreendedores que resolveram largar tudo e simplesmente fazer o próprio salário de acordo com os rumos da internet.

O Hotmart, é uma das maneiras mais usadas para trabalhar e adquirir uma renda bastante significante. Neste artigo, eu vou te mostrar todo o passo a passo para ganhar dinheiro com esse modelo de negócio online e ainda te contar as maiores vantagens que farão com que você se dê muito bem no universo virtual. Confira agora:

Dicas de como ganhar dinheiro no hotmart

O Hotmart está entre uma das maiores plataformas de vendas de produtos na internet. Agora pense comigo, diariamente milhares de usuários navegam na internet por sites e blogs em busca de efetuar compras.

E você pode vender diversos tipos de produtos como, e-books, software e muitos outros, ganhando uma porcentagem que é estabelecida por você! Você não vai precisar gastar dinheiro com marketing e nem muito menos com vendedores, ou seja, você ainda vai ter muitos benefícios.

O que você vai precisar ter são os afiliados. São eles que vendem o seu produto, e, portanto, você vai precisar garantir uma porcentagem do lucro a ele, mas que é estabelecida por você. Isso tudo, se você for produtor é claro! Mas, para entrar nesse mercado você não precisa ter nenhum produto, a hotmart é bastante flexível e abre espaço para pessoas que não possuem nenhum produto obter vantagens com esse modelo de negócio.

Caso não tenha um produto, você pode atuar como afiliado, ou seja, fazendo parcerias com produtores que possuem produtos na hotmart. Mas, só isso não é fundamental! Você precisa fazer publicidade dos produtos que você se afiliar. E para isso, poderá utilizar vários canais de publicidade, como por exemplo: Blogs, Youtube, Facebook, Google Adwords, etc.

Além disso tudo, o Hotmart é uma plataforma que funciona muito bem como e-commerce para o seu produto! Você também vai contar com vantagens como de não se preocupar com nenhum tipo de burocracia ao longo do seu negócio e nem com a parte financeira.

4 vantagens de ganhar dinheiro pela internet

– Horário flexível: Você não vai mais precisar se preocupar em perder a hora para chegar no trabalho. Trabalhar na internet é sinônimo de horário flexível todos os dias. Pois, a cada dia você vai fazer os próprios horários sem nenhuma regra.

– Livrar-se do patrão: Se você sempre sonhou em se livrar do chefe, ter um negócio na internet é a melhor forma disso acontecer. Você será o seu próprio patrão e fará as regras da sua empresa.

– Trabalhar em qualquer lugar que quiser: A disponibilidade de não ter um endereço fixo está entre uma das maiores vantagens deste negócio.

Pois, basta ter um aparelho conectado a internet e aonde quer que você esteja poderá trabalhar. Seja em casa, no restaurante ou em uma viagem você poderá trabalhar sem se preocupar com um endereço fixo.

– Ter tempo para outras tarefas: Muitas vezes quando trabalhamos em uma empresa física fica difícil conseguir ter tempo para exercer qualquer tarefa a mais.

Ir a academia ou frequentar um cinema durante a semana é quase impossível por conta do trânsito e dos horários nada flexíveis. Mas, arriscar um negócio na internet é sinônimo de ter tempo para poder conciliar o que você quiser.

Pois, já que você fará os seus horários e poderá trabalhar em qualquer lugar, seu dia será ainda mais rentável.

 

 

Maneiras divertidas de customizar a sua capinha de celular

Você é daquelas pessoas que adora personalizar os seus pertences? Você gosta de deixá-los diferentes, únicos e com a sua cara?

 

Bom, então este é o artigo certo para você. Aqui iremos te ajudar a deixar o seu celular mais chamativo. Mas você deve estar se perguntando “como”, não é mesmo?

 

E a resposta é simples. Você já deve ter visto e até mesmo adquirido uma capinha de celular, certo?

 

Então, a personalização ocorrerá através delas. Visando não danificar nenhuma parte do aparelho, é melhor customizar a capinha, que pode ser removida a qualquer instante.

 

Mas vamos parar de enrolação e descobrir maneiras divertidas e criativas de customizar a sua capinha de celular. Acompanhe:

 

1- Com canetinhas

É grande verdade que as canetinhas servem para customizar basicamente tudo. Assim, elas não poderiam ficar de fora quando falamos de customização de capinhas de celular.

 

E a tarefa não poderia ser mais simples. A única questão é que para desempenhá-la você irá precisar de uma caneta multiuso especial.

 

Mas isso não é nenhum empecilho, visto que elas podem ser encontradas facilmente em qualquer papelaria. 

 

É ideal que você utilize esse tipo de material pois ele consegue rabiscar diferentes tipos de superfície.

 

Depois não tem segredo. Basta usar sua criatividade artística e desenhar o que quiser. Em seguida, espere secar e você terá uma capinha única e personalizada. 

 

2- Com glitter

Outra maneira bastante simples de personalizar o seu telefone e deixá-lo com um visual único (quando ele estiver com capinha é claro) é utilizando glitter.

 

Você pode, inclusive, realizar diversas misturas diferentes e garantir até mesmo um lindo efeito degradê.

 

A dica das blogueiras é utilizar, principalmente, capinhas de acrílico. Isso porque, caso você utlize uma de silicone, pode ser que as camadas de glitter craquelem. 

 

Ou seja, utilize as de acrílico, ao menos que você deseje obter um efeito meio rachado, o que também pode se configurar como um diferencial.

 

Recortando a capinha

Aqui é possível utilizar tanto as capinhas a base de silicone como as capinhas feitas de acrílico.

 

O importante é que para o efeito ficar mais bonito, elas devem ser coloridas. Isso porque não fica interessante e nem contrastante cortar uma capinha transparente.

 

Assim, você pode recortar a capa em ondinhas ou até mesmo elaborar um zigue zague. Mais uma vez vale a pena usar e abusar da criatividade.

 

Ou seja, não existe um padrão para recortar a sua capinha. Você deve realizar a arte da maneira que seja mais atraente para você.

 

Lantejoulas de coração ou outras formas

Mais uma maneira extremamente básica, barata e ousada de personalizar a capinha de seu dispositivo mobile é através de lantejoulas. 

 

Elas podem possuir diferentes formatos e cores. As mais populares são as em forma de coração, que trazem um ar romântico e fofinho para seu aparelho.

 

Basta colá-las, de maneira livre na capinha de seu telefone. Não há segredo e a prática tem tudo para deixar o celular mais estiloso. 

 

Agora você já sabe como pode personalizar o seu smartphone de maneira simples e barata. 

 

Lembre-se também que, em caso de qualquer problema com o aparelho, o ideal é levá-lo em uma assistência técnica de celular tatuapé.

 

Dicas sobre Design de Sobrancelhas

Um bom design de sobrancelhas pode ter um ótimo efeito rejuvenescedor no rosto, por isso muitas mulheres não deixam de fazê-lo ao menos uma vez por mês. Conheça aqui neste artigo algumas dicas sobre Design de Sobrancelhas que vai fazer a diferença na sua imagem. 

Apesar do fato de que as tendências de moda vêm e vão, e que em um dado momento elas usam sobrancelhas finas e depois o oposto, o senso comum nos diz que a virtude está no meio termo. 

Algumas sobrancelhas que enquadram a aparência em harmonia com o resto das características faciais podem fazer a diferença. Como obter um design de sobrancelha perfeito? Confira estas cinco dicas simples.

Harmonia não é simetria

Embora a perfeição tenha sido associada à simetria desde os tempos antigos, isso não precisa ser aplicado às sobrancelhas ao pé da letra. 

O importante é a proporção

Para saber se a sua é proporcional ao resto do rosto, basta pegar um lápis e paquímetro para realizar medidas a partir do nascimento da sobrancelha, no qual podemos analisar se está na mesma altura que o ponto e alinhado com o centro do olho e a barbatana do nariz.

Transforme a maquiagem em seu aliado 

Quando se trata de corrigir a forma de suas sobrancelhas, seja com sombras marrons, ou com um lápis marrom, ou bronze, se seu cabelo for mais claro. Não use lápis preto para fazer as sobrancelhas, ou endurecerá suas características mais do que o necessário. 

Primeiro escove-as e continue com o lápis ou com um pincel chato e sombras na linha superior da sobrancelha. Depois de marcar a forma, volte a pentear a sobrancelha no sentido natural do pelo.

Rímel transparente

Se suas sobrancelhas são rebeldes, use um pincel com um pouco de gel fixador ou um rímel transparente para pentear. 

Cabelos tingidos

Se você usar o cabelo tingido, não se esqueça de prestar atenção à cor das suas sobrancelhas. A cor não tem que ser o mesmo que o seu cabelo, se você usar uma tintura loira garante que a cor de suas sobrancelhas é, pelo menos, dois tons mais escuros ou algum outro tom neutro que não revela muito o contraste da cor.

Deseja aprender mais sobre design de sobrancelhas? Que tal fazer um curso online e gratuito? 

Curso design de sobrancelhas gratuito

No curso de design de sobrancelhas aprendemos sobre os tipos, cores, materiais utilizados, técnica de design, fazer o mesmo na cera ou pinça, entre outros assuntos relacionados.

Fazer um curso online gratuito pode ajudá-lo a melhorar a sua técnica e quem sabe até conseguir uma renda extra no final do mês.

Em plataformas online conseguimos nos inscrever e realizar o curso de forma gratuita.

5 principais razões para contratar um arquiteto na reforma do restaurante

Na hora de reformar um estabelecimento gastronômico, surgem diversas dúvidas, afinal mesmo com simples reformas, pequenas modificações podem alterar positivamente ou não o ambiente. 

Um arquiteto e urbanista têm os requisitos essenciais para ajudar na concepção de ideias da melhor forma possível. Ele é um profissional com a formação adequada e experiência para projetar ideias e antecipar situações otimizando tempo, espaço e dinheiro. 

Mesmo sabendo que uma das principais diretrizes na hora de reformar um espaço é a contratação de um bom arquiteto, alguns donos de restaurantes ou proprietários do imóvel não entendem com clareza a importância do profissional. Por isso, vamos listar as 5 principais razões dessa contratação: 

 

1) Técnica e criatividade

 

Um estabelecimento precisa unir ideias criativas às técnicas, e vice e versa. Em meio a tanta concorrência, inovar é essencial mas sem deixar de lado, por exemplo, o cumprimento das leis de acessibilidade que um local precisa ter. Um arquiteto pensa na estrutura do local, mobiliários, revestimentos, entre outros detalhes estéticos unindo conseguindo assim, a otimização do espaço, afetando diretamente na operação do restaurante. 

2) Economia 

Muitos ainda acreditam que não vale a pena investir em um arquiteto, porém contratar o profissional é garantir o retorno financeiro, tanto imediato quanto a longo prazo. Por prever etapas por meio do projeto executivo, o arquiteto ajuda o contratante a economizar. O arquiteto também auxilia o estabelecimento na compra do material necessário gerando orçamentos e uma programação financeira. 

3) Responsável  pelo gerenciamento de obra 

O arquiteto também pode ser responsável pela execução da obra e gerenciamento da mesma, em caso de eventos inesperados, exigências legais e cuidado com os processos e instalações. O arquiteto é o profissional mais adequado no momento da obra principalmente por ser o autor do projeto executivo, o que torna a conclusão da obra a melhor possível. 

4) Qualidade e prazo garantido 

Um bom planejamento é tudo para garantir qualidade e prazo. Na maioria dos casos o dono do imóvel e/ou do estabelecimento têm um tempo determinado para a concepção do projeto, execução e finalização da obra. A inauguração do espaço deve ser feita o quanto antes para garantir retorno financeiro para o cliente, portanto, o arquiteto é responsável pelo bom desempenho da obra e mesmo com surpresas no meio do caminho, busca dentro de suas possibilidades, cumprir o prazo e garantir qualidade nos processos e resultados. 

Tem um restaurante em São Paulo e quer reformar? Conheça a NeoGourmet!

5)  Arquiteto/empresa especializada 

Existem diversos profissionais no mercado, porém quando foram citados todos os benefícios em contratar um arquiteto ou empresa de arquitetura, foi baseado em empresas e profissionais especializados em estabelecimentos gastronômicos. Uma vez que um arquiteto entende e consegue ser responsável por várias frentes, aquele que se aprofunda na arquitetura gastronômica, têm parceiros relacionados, fornecedores e fabricantes do ramo, se encaixa melhor em todos os tópicos quando falamos em projetos, construções e reformas de restaurantes. 

Vale a pena contratar um arquiteto especializado na hora de uma construção, reforma para inauguração ou até mesmo quando são necessárias simples mudanças no local. Ele, além de todos os benefícios citados,  conhece as tendências de mercado e como funciona a fundo esse tipo de operação, agregando valor ao estabelecimento

8 maus hábitos que envelhecem mais rápido

hábitos que envelhecem

O envelhecimento é uma parte natural da vida e nada para se preocupar. A verdade é que temos montes de hábitos perigosos.

Aqui estão oito hábitos que você pode estar fazendo diariamente, o que significa que você envelhece prematuramente.

1. Muito estresse

Um pouco de estresse é bastante natural e somos feitos para lidar com isso . Mas muito pode levar, entre outras coisas, insônia e, portanto, rugas.

O estresse também pode nos fazer perder mais cabelo do que o normal e deixar o cabelo fino e gasto – velho, simples.

Através dos genes, você provavelmente irá obter cabelos grisalhos precocemente, o que pode causar aceleração da idade se você se estressar devido à diminuição dos níveis de melanina.

Evite mais estresse deixando o seu carro com os equipamentos e manutenções em dia

2. Expressões faciais excessivas

Todo mundo tem alguma maneira de se expressar. No entanto, uma quantidade excessiva de movimentos faciais pode causar o primeiro surgimento do seu inimigo – rugas.

Um exemplo é ” linhas de preocupação ” entre suas sobrancelhas.

3. escolhas alimentares ruins

Comer comida que não faz bem ao corpo, ou comer demais, é uma maneira rápida e rápida de envelhecer mais rápido.

Em vez disso, tente limitar o número de calorias e concentre-se em obter os nutrientes de que seu corpo precisa.

Limite também a ingestão de produtos semi-acabados e completos, que muitas vezes contêm muito sal, açúcar e conservantes.

Tome também com calma com alimentos azedos e café , o que também pode fazer você envelhecer desnecessariamente rapidamente.

4. Muito pouco sono

O sono é crucial para muitos aspectos de sua saúde, até porque o cérebro pode criar e fortalecer memórias.

Os pesquisadores acreditam que a privação do sono pode estar ligada ao risco da doença de Alzheimer.

Além disso, o sono insuficiente enfraquece a sua sensibilidade à insulina, o que pode levar a diabetes tipo 2 e excesso de peso. Estas são duas coisas que também podem encurtar sua vida.

O mais importante para a aparência é o sono profundo que dormimos no começo da noite. Isso liberará grandes quantidades de hormônios de crescimento que estimularão a regeneração e o acúmulo de células, inclusive na pele.

5. Estilo de vida sedentário

Passar da vida ativa para a inativa, a vida sedentária pode levar, entre outras coisas, à redução da massa muscular e do metabolismo, à menor sensibilidade à insulina e ao aumento do percentual de gordura. Estes são sintomas que podem levar a doenças crônicas, como artrite, asma, câncer e DPOC.

Ficar quieto demais também prejudicará a sua forma física, o que fará com que você se sinta como um garoto de 100 anos toda vez que você entra em uma escada.

6. Exposição ao fumo dos cigarros

Existe uma forte correlação entre tabagismo e problemas de saúde mental. Embora a correlação não seja totalmente compreendida, estudos sugerem que o tabagismo aumenta o risco de depressão e transtornos de ansiedade.

Por outro lado, as pessoas com essas doenças são mais propensas a começar a fumar. Também é mais comum que os fumantes sofram de demência. 

Geralmente, os fumantes experimentam mais estresse e emoções negativas do que os não-fumantes. Os efeitos fisiológicos imediatos do tabagismo e da nicotina são semelhantes aos desencadeados pelo estresse.

A maioria dos fumantes afirma que o principal motivo para fumar é que isso os acalma.

Os fumantes tomam um cigarro em situações ansiosas e estressantes e sentem que suprime o estresse e os ajuda a regular o mau humor, mas tudo indica que isso é mais ilusão que realidade.

Estudos descobrem que os cigarros eletrônicos são uma boa maneira de parar de fumar. Mas comprar o melhor dispositivo de e-cigarro que durou muito é uma dor de cabeça real, então eu recomendo que você compre o vaporizador Dr. Dabber  e pare de fumar hoje.

Dr. Dabber produtos são a melhor alternativa de cigarros que não são tão prejudiciais como fumar cigarros e, mais importante, gradualmente você vai começar a parar de fumar.

7. muito sol

O sol é um vilão bem conhecido quando fala em envelhecer prematuramente.

Expor a pele ao sol sem protetor solar é como pedir rugas e mudanças no pigmento, e não usar óculos de sol pode afetar negativamente sua visão.

Sempre use protetor solar ou maquiagem, se você vai estar no sol e óculos de sol no sol brilhante.

8. Muito pouca água

Se você bebe muito pouco por dia, seu corpo não tem fluido suficiente para expulsar as toxinas e curar inflamações que afetam a saúde da nossa pele e nos fazem envelhecer mais rapidamente.

Muitas vezes, temos o cuidado de hidratar a pele com diferentes cremes nas manhãs e noites. No entanto, não devemos esquecer que é pelo menos tão importante reabastecer a humidade do interior, bebendo água.

Quando as células da pele estão cheias de água, a pele fica macia e hidratada e fica mais brilhante.

Evite esses 8 maus hábitos e você vai retardar o envelhecimento.

A METAMORFOSE DA ADVOCACIA NO BRASIL

Inteligência artificial e direito juntos em uma única discussão, quem poderia imaginar isso há alguns anos atrás? O direito é uma das faculdades mais antigas no Brasil. Para sermos mais específicos, a primeira turma de bacharéis em ciências jurídicas formou-se em 1832. Hoje, quase dois séculos depois, muita coisa mudou, e os profissionais da categoria temem o fim da profissão. Confira neste artigo.

A presença da tecnologia alterou definitivamente a forma como vivemos, nos comunicamos e suprimos nossas necessidades. Como consequência, diversas atividades sofreram adaptações, para não sucumbirem às novas demandas. Em alguns casos, houve até a extinção de certas atividades, substituindo-as pela robotização e a tecnologia.

A discussão acerca deste tema é antiga nas indústrias, mas, inesperadamente, ela alcançou o direito e tornou-se tema inquietante e desafiador dentro da OAB do Rio Grande do Sul. Será que a inteligência artificial será capaz de substituir o trabalho de milhares de advogados no futuro, inutilizando o trabalho da advocacia?

Foi com base nesta questão que um grupo de advogados de Porto Alegre fez um intenso trabalho, com o seguinte tema: “Advocacia 4.0: você está preparado para as alterações no cenário jurídico?”. Essa realidade causa medo pelas incertezas, acompanhadas de uma possível redução das oportunidades de trabalho para estes profissionais e, mais ainda, pela dificuldade em se assegurar a transparência no respeito aos direitos e deveres.

Para pautar a discussão, foram convidados advogados pesquisadores de renome internacional, discutindo o real impacto da inteligência artificial na área jurídica. Porto Alegre foi protagonista do 1º Congresso relacionado à Inteligência Artificial e ao Direito no Brasil.

Dentre os temas abordados, encontram-se questionamentos sobre como será efetivamente utilizada a tecnologia e qual será o seu nível de poder, de automação na área jurídica e necessidade de adaptação da classe foram os de maior debate.

Apesar do receio compreensível de muitos, a inteligência artificial pode, também, trazer consigo uma série de benefícios para os escritórios, otimizando processos, reduzindo as burocracias, trazendo novas abordagens e metodologias e agregando competitividade.

A discussão faz lembrar outro tema recente onde o direito esteve em pauta. Recentemente o Conselho Nacional da Educação (CNE) colocou novamente em pauta a alteração da grade curricular dos cursos de direito, em concordância com a Ordem dos Advogados do Brasil. A medida tem como principal propósito adequar o ensino à realidade dos escritórios de advocacia em todo o Brasil.

A proposta não altera a carga mínima do curso, que é de 3,7 mil horas ao longo dos 5 anos de curso. O que acontecerá é que, agora, aproximadamente metade dessa carga será composta de disciplinas optativas. Segundo Antonio Freitas, relator da proposta no CNE, a medida visa adaptar o currículo às demandas de cada região e ao interesse dos discentes, aproximando-os do ramo do direito que pretendem efetivamente seguir após a formatura.

Tal discussão teve origem tendo em vista o rápido crescimento no número de vagas em direito ofertadas em todo o Brasil, carecendo de medidas e fiscalização constantes, a fim de zelar pelo nível de qualidade do ensino. Entre opiniões diversas e temas espinhosos, um ponto converge entre todos: a necessidade de qualificação e atualização por parte dos advogados.

Truques para reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos para startups em 2019

A concorrência no mercado de aplicativos é muito alta para você comprometer a qualidade do seu aplicativo. Mas com alta qualidade vem altos custos e quando dizemos altos custos, queremos dizer isso. Esta pode ser uma razão pela qual a maioria das pessoas evita o desenvolvimento de aplicativos – o que, por sua vez, causa mais danos do que benefícios.

O mundo está se movimentando rapidamente, então torna-se importante fazer o seu lugar no mesmo mundo. As empresas dobraram suas receitas e vendas com a ajuda de seu aplicativo móvel. Então, quando você vê os benefícios a longo prazo, esses investimentos iniciais parecem valer a pena.

No entanto, o custo de desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis ainda pode ser alto para startups, já que a capital é limitada e não há muito a oferecer. Mas isso não deve impedir qualquer startup de colher os benefícios de ter um aplicativo. Para o mesmo, descobrimos algumas ótimas estratégias para ajudar você a reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos.

Discutiremos os erros que você pode evitar para reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos e algumas estratégias para reduzir os custos de desenvolvimento de aplicativos.

Erros para evitar reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos para startups

Segundo muitas pesquisas, o custo do desenvolvimento real de aplicativos quase sempre excede a alocação orçamentária do projeto. Existem alguns custos ocultos em todo o processo de desenvolvimento de aplicativos que precisam ser identificados e removidos para reduzir o custo de desenvolvimento do aplicativo.

Tentamos encontrar alguns erros que podem aumentar o custo do desenvolvimento de aplicativos. Vamos ver se você está ciente de algum deles.

Erro 1. Estimativas incorretas de custo de teste de interface do usuário / UX e controle de qualidade

Este provavelmente seria o primeiro erro que você pode cometer. O custo da interface do usuário / UX depende muito de quantos dispositivos, sistemas operacionais e recursos estão envolvidos no seu aplicativo. Envolve também o tipo de design que um aplicativo terá. Projetos e recursos simples são menos caros do que designs complexos e muitos recursos.

Outro local onde os custos aumentam é o estágio de teste. Para cada dispositivo e cada sistema operacional, testes independentes são feitos. Para isso, é aconselhável que um número conservador de testes seja feito antes de iniciar o aplicativo. Quando o aplicativo é iniciado, o feedback pode ser usado para decidir se mais testes são necessários ou não.

Erro 2. Não levar em conta o custo das atualizações

Há um equívoco comum de que você só precisa lançar atualizações quando algo precisa ser alterado. Na realidade, o aplicativo móvel precisa de atualizações para melhorar a interface e corrigir quaisquer erros. Há também testes de interface do usuário que precisam ser executados para que a experiência do usuário seja aprimorada.

De acordo com a pesquisa AnyPresence conduzida para aplicativos corporativos, foi revelado que 80% dos aplicativos foram atualizados duas vezes por ano e alguns deles foram atualizados duas vezes por mês. Esses aplicativos mostram ótimo desempenho e têm uma alta taxa de usuários ativos.

O erro cometido aqui é que a maioria das startups de aplicativos não considera os custos incorridos após o lançamento do aplicativo. Portanto, planejar essas atualizações grandes e pequenas é uma forma de reduzir os custos de desenvolvimento de aplicativos para empresas.

Erro 3. Não ser capaz de decidir entre o desenvolvimento de aplicativos nativos e híbridos

Como uma startup, você pode não estar ciente da diferença entre um aplicativo nativo e um aplicativo híbrido. E quando se trata de desenvolvimento de aplicativos, é importante saber a diferença entre esses dois tipos de aplicativos. Depois de saber a diferença, você será capaz de decidir o que é melhor para você, aplicativos híbridos vs nativos . Além disso, o custo do desenvolvimento de aplicativos é diferente para os dois tipos de aplicativos.

Bem, um aplicativo nativo é construído do zero e é desenvolvido para uma plataforma específica. Isso significa que o custo de desenvolvimento será cobrado duas vezes, uma para o Android e outra para o iOS. Mas os aplicativos nativos têm alto desempenho e proporcionam a melhor experiência do usuário.

Considerando que um aplicativo híbrido é construído para várias plataformas e dá mais uma sensação de aplicativo da web. A qualidade dos aplicativos é diferente dos aplicativos nativos, pois foi desenvolvida para vários dispositivos e desenvolvida ao mesmo tempo. O método de desenvolvimento único reduz o custo de desenvolvimento de aplicativos para aplicativos híbridos.

Nessa situação, você deve estar ciente do que está acontecendo com seu aplicativo. Você deve estar ciente do tipo de aplicativo que está recebendo e dos custos envolvidos no processo de desenvolvimento.

Erro 4. Ignorando o custo de adicionar recursos mais recentes

Às vezes, pode ser necessário adicionar alguns recursos mais recentes ao seu aplicativo móvel e, em seguida, você será o inventor do recurso. Você pode revendê-lo para muitas empresas depois de licenciá-lo e obter lucros enormes. Mas isso também pode estar custando caro. Claro, os benefícios vão estar lá, mas novamente vem um fator de custo.

Se você pedir a seus desenvolvedores que construam algo que nunca foi construído no mercado antes, você está se colocando em uma posição de possibilidade de superação de custos. Aqui vem outro problema que os desenvolvedores podem causar. A maioria dos desenvolvedores não avisa se você está, sem saber, adicionando custos ao seu projeto de desenvolvimento de aplicativos.

É por isso que é importante trabalhar com uma empresa genuína de desenvolvimento de aplicativos. Existem muitas empresas como a Appinventiv , que ajudam a encontrar maneiras de reduzir o desenvolvimento de aplicativos para empresas. Estas são as empresas em que qualquer startup deve trabalhar para o desenvolvimento de seus aplicativos.

Erro 5. Não considerar os custos de implementação

Mesmo depois de identificar todos os outros custos, você pode esquecer o custo de implementar tudo. Para um aplicativo, existem recursos diferentes que precisam ser adicionados e isso depende do tipo de aplicativo. Por exemplo, um aplicativo de e-commerce terá recursos como gateway de pagamento, categoria de produtos, lista de desejos e muito mais. Todos esses recursos terão que ser implementados, mantidos e aprimorados.

Ignorar os custos de implementação será um problema sério, pois está sob os custos ocultos do desenvolvimento de aplicativos. Para reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos, lembre-se de que esses fatores também contribuem para o custo geral do desenvolvimento de aplicativos.

Esses foram alguns erros sérios a serem evitados para reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos para startups em 2019. Agora, passamos para as estratégias ou dicas para diminuir o custo de desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis.

Estratégias para reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos para startups

Quase todas as startups que planejam usar dispositivos móveis estão perguntando “Como reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos?” Mesmo que o custo do desenvolvimento de aplicativos não possa ser reduzido em 50%, ainda existem algumas maneiras de reduzi-lo o suficiente para torná-lo acessível. Aqui veremos algumas maneiras incríveis de reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos.

MVP

O Produto Mínimo Viável ou MVP é construído com menos recursos e com baixo custo do que o produto original. Você pode criar um MVP e lançá-lo publicamente. Você pode evitar desperdício de tempo e dinheiro na criação do aplicativo original na primeira tentativa e usar o MVP para arrecadar dinheiro para seu aplicativo . Depois disso, você obterá lucros e feedback para trabalhar com o produto original.

Modelos prontos

Como reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos? Ir para modelos prontos. Tão bom como construir coisas do zero é, não é muito rentável. Existem muitos modelos que estão presentes on-line para uso e se encaixam perfeitamente com qualquer aplicativo. O uso desses modelos prontos reduz o tempo e o custo do processo de desenvolvimento do aplicativo.

Solução de problemas regulares

Mesmo após o lançamento do aplicativo, ele exigirá constantes melhorias e correções. Contratar um especialista para isso seria uma boa ideia, pois eles podem fornecer dicas para diminuir os custos de desenvolvimento de aplicativos móveis durante o processo. Tenha em mente que se você contratar desenvolvedores freelance baratos de lugares distantes, então você pode ter que gastar um monte de dinheiro em refazer o aplicativo no caso as coisas vão para baixo.

Acessar recursos específicos para dispositivos móveis

Cada dispositivo tem alguns recursos integrados, como câmera, GPS, opções de chamadas, etc. Empregar os recursos no aplicativo pode parecer uma boa ideia, mas há dois problemas a serem enfrentados. Primeiro, nem todo dispositivo tem os mesmos recursos, o que significa que o aplicativo pode não funcionar para alguns usuários. Em segundo lugar, adicionar esses recursos incorre em um custo que pode ser simplesmente evitado se não houver necessidade desses recursos. Por exemplo, um aplicativo de notícias não precisa acessar o GPS para que ele possa ser ignorado.

Fluxo de comunicação regular

Não podemos enfatizar o suficiente sobre o fato de que o fluxo regular e contínuo de comunicação entre você e os desenvolvedores é essencial. Essa comunicação regular tornará as coisas mais claras para você e os desenvolvedores. Também ajuda a manter um histórico de como o processo está indo.

Simplicidade UI / UX

Uma das estratégias para reduzir os custos de desenvolvimento de aplicativos é optar por designs simples e elegantes. Um design de interface do usuário simples é muito importante, especialmente para novos usuários, já que a adaptação se torna fácil. A maioria dos aplicativos e sites está optando por um design minimalista que é extremamente barato para projetar. Projetos complexos e muitos recursos não apenas confundirão os usuários, mas também adicionarão custos desnecessários ao projeto.

Contrate testadores qualificados

Se você quiser economizar tempo e custo, contratar uma equipe especializada de testadores é o melhor investimento. Na HunterApp, praticamos um processo de teste ágil para que haja menos custo e menos tempo no processo de teste. Essa é uma área na qual você deve investir adequadamente, pois isso só melhorará a experiência de aplicativos para os usuários.

Não apresse o processo

Na maioria das vezes, os desenvolvedores apressam o cliente para concluir o projeto mais cedo, mas isso pode não ser o caminho certo. A menos e até que você esteja trabalhando com uma equipe de especialistas, você não pode apressar o processo de desenvolvimento. A razão é que, em caso de erros, haverá um custo extra incorrido. Será uma escolha sábia ir devagar e lidar pacientemente com cada parte do desenvolvimento.

Então, essa foi nossa maneira de reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos para startups. Quer ter um aplicativo desenvolvido por nós? Entre em contato com nossa equipe de desenvolvedores.

5 erros mais comuns ao fazer um empréstimo

Você sabe quais são os 5 erros mais comuns ao fazer um empréstimo? Não? Então você definitivamente não pode deixar de ler este artigo. Afinal, os empréstimos podem ser a solução ideal para que você consiga fazer uma compra ou até mesmo cobrir dívidas.

Porém, a contratação sem o devido planejamento pode fazer com que você acabe se afundando em dívidas. Logo, é essencial que você tome essa decisão após pensar muito se é a opção ideal para você.

Então, para evitar que isso aconteça, vamos conferir o que você não deve fazer ao contratar o crédito.

Confira abaixo os 5 erros mais comuns ao fazer um empréstimo:

Não comparar taxas

É muito comum que as pessoas façam o empréstimo com alguma instituição financeira renomada ou com a qual já estão acostumadas. Porém, é preciso ter em mente que as taxas de juros variam muito de uma agência para outra.

Comparar as taxas do mercado pode ajudar você a conseguir as menores margens. Ao contratar um empréstimo com juros mais baixos, fica mais fácil conseguir arcar com as parcelas de forma tranquila. Por isso, sempre compare os valores do mercado antes de fazer a contratação!

Não escolher o melhor tipo de empréstimo para o seu perfil

Existem diversas modalidades de empréstimo: pessoal, consignado, cheque especial, de rotatividade, enfim. Cada modelo é indicado para uma necessidade e um perfil de consumidor. Logo, a melhor forma de fazer um empréstimo seguro é escolhendo o que mais combina com o seu perfil.

O empréstimo consignado costuma ter as menores taxas do mercado e é mais fácil de conseguir. Porém, esse modelo só pode ser contratado por quem trabalha com a carteira registrada há pelo menos 6 meses na mesma instituição.

Já o cheque especial costuma ser mais rápido. Isso porque os bancos geralmente oferecem o limite pré-aprovado. Porém, as taxas aqui são bem maiores.

Por isso, é essencial que você compare diversas modalidades para avaliar a melhor para você.

Não fazer a gestão do seu salário

Antes de contratar um empréstimo, é essencial que você consiga fazer a gestão do seu salário. Para isso, vale montar uma planilha de gastos essenciais e incluir o valor da parcela do empréstimo.

Dessa forma, você consegue avaliar a viabilidade de contratar o crédito sem se enrolar em dívidas.

Não pagar uma parcela

Quando você deixa de pagar uma parcela do empréstimo, os juros se tornam bastante altos e abusivos. Esse é o primeiro passo para formar a bola de neve que é o endividamento.

Logo, é essencial que você consiga se manter em dia com o pagamento. Do contrário, você pode acabar se afundando em dívidas e não conseguir sair dessa situação.

Não entrar em contato em situações de emergência

Como sabemos que emergências acontecem, é importante deixar claro que você precisa entrar em contato com a instituição financeira antes de quebrar o contrato de um empréstimo. Dessa forma, você pode avaliar a possibilidade de adiar a data de pagamento ou renegociar as parcelas.

Essa solução é melhor do que deixar de fazer o pagamento de uma parcela. Neste caso, existe a possibilidade de que o banco inclua o seu nome nos órgãos de proteção ao crédito e exija o pagamento em uma única parcela.

Ao evitar esses erros mais comuns ao fazer um empréstimo, você cuida melhor da sua vida financeira e pode conquistar os seus sonhos de forma mais tranquila e responsável!

Restou alguma dúvida sobre o tema? Então deixe o seu comentário no espaço abaixo! Aproveite também para divulgar o conteúdo nas redes sociais. Até a próxima!

7 perguntas importantes a serem feitas ao comprar um colar de corrente

Então, você decidiu adquirir uma nova corrente, e há tantos fatores a considerar antes de comprar que você se pergunta em quais características da corrente você deve se concentrar, e em qual revenda de semijoias comprar. Vamos dar uma olhada nas perguntas mais importantes que você precisa responder antes de escolher um projeto de cadeia particular.

1. Qual é o tipo de link?

Uma característica extremamente importante a considerar ao comprar uma corrente é o tipo de links que a compõem. Se você quer uma corrente que não torça e torça facilmente, você deve saber que alguns tipos de link são mais propensos a curling do que outros. Por exemplo, o link omega, o link espinha de peixe e o link da cobra são designs com maior probabilidade de se curvar.

Se você quiser escolher uma corrente que você pode usar quando você se move muito e adotar diferentes posturas sem se preocupar que suas jóias vão dobrar ou torcer, existem tipos de links que são mais adequados.

Por exemplo, links Figaro, links de corda, links de navegação, links de ancoragem, links de meio-fio e, é claro, links de trigo e links de caixa são boas opções quando se trata de projetos que não se distorcem facilmente.

2. A corrente é banhada?

Se a sua corrente é banhada a ouro, por exemplo, você deve ter em mente que depois de algum tempo, o revestimento irá se desgastar, expondo a camada inferior, que terá uma cor diferente.

Isso também vale para o ouro branco, que geralmente tem revestimento de ródio. Você pode ter a cadeia repleta, mas isso lhe custará dinheiro adicional, e o sucesso do procedimento dependerá da estrutura da cadeia e de seu tipo de link.

Então, se você acha que vai usar sua corrente todos os dias, considere comprar uma feita de ouro maciço ou outro material que não seja banhado.

3. O que é o fecho?

O fecho é outro recurso importante que você deve considerar ao comprar uma corrente.

Muitas correntes vêm com um fecho de anel que abre e fecha com uma mola. Esses grampos são mais baratos, mas muitas vezes não são muito duráveis, e se você puxar sua corrente um pouco mais, o fecho pode soltar-se.

Uma opção popular e melhor é o chamado fecho de lagosta, que é mais fácil de usar. Tem um corpo mais longo e mais sólido, o que torna mais resistente e menos propenso a danos.

4. pingente ou nenhum pingente?

Uma questão importante que você precisa responder antes de comprar uma cadeia é se você estará usando um pingente nela.

Se a resposta for “sim”, considere uma corrente cuja espessura é proporcional ao tamanho do pingente.

A corrente não deve ser muito fina, mas, ao mesmo tempo, não deve ser tão espessa a ponto de impedir que o pingente se destaque.

A estrutura da cadeia deve garantir que será forte o suficiente para carregar o pingente sem problemas.

Cadeias de trigo são uma boa opção, pois suas ligações são estruturadas de forma a tornar a cadeia durável. Correntes de ligação de caixa são outra boa opção para colocar um pingente.

5. O Chain Hollow?

Além de serem mais baratas, as correntes ocas têm a vantagem de serem mais leves que as sólidas, mas isso também tem um preço.

O problema dessas cadeias é que elas podem ser danificadas com mais facilidade – as paredes finas de seus elos podem quebrar ou danificar.

Portanto, se você está considerando uma tal corrente, você deve saber que você precisa ter muito cuidado ao manusear a mesma, pois puxá-la ou segurá-la com os dedos pode esticá-la e dobrar os elos.

Correntes ocas não são muito duráveis ​​e são rápidas para mostrar sinais de desgaste, então você deve considerar tais jóias somente se você pretende usá-lo ocasionalmente.

6. Qual a espessura da corrente?

A espessura pode parecer uma preocupação relacionada à durabilidade, mas também vale a pena considerar por outro motivo.

Correntes que são muito finas ficam torcidas e emaranhadas facilmente, e às vezes, elas podem até mesmo se amarrar em um nó.

Além disso, se você tiver cabelos longos, uma corrente fina pode ficar presa nela.

Para evitar tais problemas, não escolha os modelos mais finos disponíveis e escolha uma corrente razoavelmente grossa.

7. O problema da cadeia?

Antes de comprar, você deve se certificar de que a cadeia não vai prender suas roupas.

É por isso que você deve testar qualquer corrente antes de decidir usá-la – coloque-a em sua roupa e veja se ela pega os fios do tecido ao puxar a corrente suavemente.

É importante que a sua corrente tenha uma superfície polida, não apenas para evitar o problema de prender, mas também porque, se a corrente não estiver lisa, ela roçará a sua pele e causará irritação.

Como superar o fim de um relacionamento

Os altos e baixos do relacionamento são comuns. Mas chega um momento que passa a não ser mais viável mantê-lo e ele chega ao fim. Terminar uma relação é sempre difícil. Passamos por momentos que parece que a vida perdeu o sentido e o mundo vai acabar.

O fim do relacionamento faz parecer que nunca conseguimos nos recuperar. Mas, não apenas o tempo, existem algumas coisas que podem ajudar na recuperação. Por isso, se está pensando que nada mais faz sentido e não vai conseguir dar a volta por cima, pode parar por aí, nada de pensamentos negativos! Continue lendo e veja que ainda há esperança e pode ser melhor do que imagina!

 

1º passo: Aceite suas emoções

Há diversas fases no processo de término. As reações podem ser diferentes e dependem de como a relação se findou (se  você terminou, se foi abandonada, se foi de mútuo acordo, tempo que estavam juntos, etc). Porém, não importa como foi o término, o primeiro passo para a recuperação é sempre o mesmo: aceite as suas emoções!

Durante as próximas semanas você passará por um alto e baixo emocional, pode ficar sem nenhum controle sobre as moções. O choro e desespero podem bater, mas aceite isso, viva cada momento e espere, pois vai passar!

 

2º passo: Chore tudo o que tiver que chorar

Chore, chore muito, chore tudo o que precisar, extravasar é necessário! Nesse momento é importante deixar a sua dor sair, então gritar, chorar e se descabelar é preciso. Pois, chegará um momento que não terá mais lágrimas para secar.

Sabemos que um término é um processo de dor. Então você precisa enfrentar essa etapa para conseguir seguir adiante e enfrentar os próximos passos.

3º passo: Cuide de você mesma

Depois de passar pelos dois primeiros passos a dor vai ficar bem melhor e o choro não vai mais ser descontrolado. Depois que as lágrimas perderem o sentido é hora de cuidar de você! Coma bem, durma bem e faça exercícios, a sua vida é muito mais importante do que a relação que você tinha.

O sofrimento não vai fazer o tempo passar mais rápido. Cuide do seu corpo para que o seu psicológico abalado, não afete de forma negativa a sua autoestima.

-> Clique aqui e confira os melhores produtos de sex shop do mercado.

4º passo: Procure apoio emocional

Ficar sozinha pode parecer a melhor coisa a se fazer no início, mas ter alguém para desabafar e chorar junto é muito importante. Além disso, os amigos e parentes criam uma rede de apoio emocional.

 

5º passo: Se for preciso, procure ajuda profissional

Cada pessoa enfrenta as situações de forma diferente. Muitas pessoas não tem uma rede de apoio sólida e precisam contar com a ajuda de profissionais. Não pense que isso é absurdo ou desnecessário, pois o fim do relacionamento pode causar depressão e fazer terapia pode ajudar a superar.

 

6º passo: Faça mudanças na sua vida

Esse é um bom momento para fazer mudanças na sua vida. Vocè pode investir na mudança da sua imagem e também do lugar onde você vive. Para superar é sempre bom conhecer pessoas novas, ler, escrever, viajar, fazer um curso, descobrir novos hobbies e se redescobrir. Invista naquele projeto que estava adiando e expanda os seus horizontes!

 

7º passo: Tire-o definitivamente da sua vida e faça uma limpeza em casa

Para finalizar e superar completamente o fim do relacionamento você precisa se livrar dos objetos que lembrem o seu ex-parceiro. Com isso, você vai terminar com toda e qualquer lembrança de quando estavam juntos. Aproveite e faça mudanças na casa, compre cortinas novas, pinte as paredes ou decorar os ambientes de forma diferente.

 

Siga esses passos e supere de uma vez por todas o fim do relacionamento!